Barra do Choça é contemplada com o programa Cidades Digitais do Ministério das Comunicações

Cidades_DigitaisBarra do Choça está entre os 262 municípios contemplados para nova etapa do programa Cidades Digitais. O anúncio foi feito em conjunto pelos Ministérios das Comunicações e do Planejamento nesta segunda-feira.

 A nova etapa do Cidades Digitais inclui municípios com até 50 mil habitantes e vai contar com um investimento de R$ 201,7 milhões, do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC 2).

A iniciativa tem o objetivo de modernizar a gestão e o acesso aos serviços públicos nos municípios brasileiros. Para isso, atua na construção de redes de fibras ópticas que possibilitem a conexão entre os órgãos públicos, o acesso da população a serviços de governo eletrônico e a espaços de uso de internet.

 “O Cidades Digitais vai conectar todas as unidades do município em uma rede de fibra óptica, o que ajuda tanto a administração do município quanto o cidadão”, reforçou o ministro das Comunicações, Paulo Bernardo.

 De acordo com Danilo Alves, Diretor do Departamento de Tecnologia da Prefeitura, para Barra do Choça, esta previsto uma malha de fibra óptica com 27 pontos de conexão, dentre os quais estão a Prefeitura Municipal, secretarias, escolas, postos de saúde e 3 pontos destinados ao acesso público.

 As prefeituras serão capacitadas para usar aplicativos de finanças, tributação, educação e saúde. Empresas a serem contratadas pelo programa serão responsáveis por fornecer equipamentos, instalá-los e por prestar suporte técnico e capacitação.

O programa deve começar a sair do papel somente em março, pois as companhias responsáveis só devem ser contratadas em janeiro, após pregão eletrônico. No dia 25 de outubro deve acontecer audiência pública para detalhar o pregão. “Vamos publicar o modelo tecnológico para que as empresas tomem conhecimento”, disse a secretária de inclusão digital do Minicom, Lygia Pupato.

 Após a assinatura do contrato, elas terão dois meses para visitar os municípios e apresentar um projeto executivo ao Ministério das Comunicações. As obras começarão somente após aval da pasta.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *