Barra do Choça será contemplada com três novas escolas

O investimento de quase três milhões de reais, vai beneficiar estudantes da sede e zona rural do município

As três novas escolas que foram aprovadas pelo Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), por meio do Plano de Ações Articuladas (PAR), irão beneficiar aproximadamente dois mil estudantes. O investimento de quase três milhões de reais, foi aprovado na última dia (06) e vai favorecer estudantes da sede e zona rural do município. Serão construídas uma unidade educacional na comunidade Capão Verde, outra no povoado Cafezal e uma na sede do município, no bairro Bela Vista.

O secretário municipal de Educação Ricardo Amorim, disse que desde outubro de 2013, o projeto estava em fase de análise e só agora, o departamento de engenharia do FNDE, fez a aprovação das obras, que irão começar logo quando a primeira parcela do recurso for liberada. “São obras que irão beneficiar muito os estudantes, principalmente os da zona rural, que estudam em instalações antigas e com espaços adaptados. Com a construção, o povoado Cafezal ganha mais uma escola, destinada à Educação Infantil e Ensino fundamental.”, comemora o secretário.

ac 2

No bairro Bela Vista, a nova escola será erguida para gerar mais vagas e não superlotar as demais escolas da sede, diminuindo a quantidade de alunos nas salas e contribuindo com o ensino de qualidade. Já no Capão Verde, a antiga escola será desativada e os alunos serão transferidos para a nova escola, assim que a obra for finalizada.

As unidades educacionais têm projeto arquitetônico padrão, executado pelo próprio Governo Federal e conta com salas, pátio coberto, sala dos professores, secretaria, biblioteca, laboratório de informática, cozinha, depósito, lavanderia e sanitários. O tempo para construção de cada escola varia de nove meses a um ano.

Vale ressaltar, que desde 2009, a secretaria de educação de Barra do Choça, conseguiu junto ao FNDE, recursos para a realização de onze importantes obras, que totalizam mais de 20 milhões de reais.

Texto: Karine Carvalho. Foto: Divulgação FNDE

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *